“Somos salvos individualmente, mas somos chamados corporativamente. Conhecer a salvação do Senhor individualmente é conhecer a graça de Deus, mas conhecer o Seu chamamento de forma corporativa é conhecer o Seu propósito. Muitos são salvos, mas poucos conhecem o propósito de Deus. Graças a Deus, muitos conhecem a Sua graça, mas se conhecermos apenas essa graça e não Seu propósito, quanto Deus irá receber de nós? Temos recebido muito de Deus, esse é um bom “negócio”, é verdade. Mas o que Deus ganha? Isso fará de nós cristãos egoístas e egocêntricos. Tudo é para nós, até mesmo Deus é para nós. E se por acaso Deus demorar um pouquinho em responder a nossa oração, murmuramos. Esse não é o tipo de cristão que Deus quer. Somos gratos por conhecer a graça de Deus, mas precisamos conhecer o Seu propósito. Somente quando conhecemos o propósito de Deus é que somos libertos do egocentrismo e passamos a viver centrados em Cristo.”

(Extraído do livreto “Por Que Nos Reunimos Assim?”, Editora dos Clássicos, 2014.) .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*